Carregando...

Porque o contato com os avós é importante para seus filhos

Você consegue se lembrar das memórias agradáveis com seus avós, ou outras pessoas mais velhas, durante sua infância? Essas relações intergeracionais foram importantes para você crescer, e também são importantes para os seus filhos à medida que crescem.

avos-netos

Avós oferecem muito mais do que apenas “cuidado gratuito” de vez em quando. Relações entre crianças e seus avós fornecem múltiplos benefícios. Além das razões óbvias de crescerem com fortes laços familiares e lembranças, seus filhos também podem aprender várias lições sobre inteligência emocional e social. A inteligência emocional, ou a capacidade de controlar, expressar e estar ciente de emoções, é um traço que os seus filhos vão estar observando e aprendendo ao longo de suas vidas. Quando passarem um tempo com os avós, seus filhos vão aprender como as pessoas em quem confiam, além de seus pais, expressam suas emoções.

Crianças emocionalmente inteligentes são capazes de navegar melhor nas relações interpessoais através da inteligência social. “A casa da vovó” é o lugar perfeito para começar a mostrar a seus filhos que eles são amados e seguros em outras casas. Seus filhos precisam ver como outras famílias funcionam. Sair com a avó e o avô dá aos seus filhos a oportunidade de se relacionar com outras pessoas, além de você e seu parceiro. Seus filhos devem aprender a agir quando você não estiver por perto, e como seguir as regras que podem ser diferentes daquelas regras em sua casa.

O relacionamento da criança com os avós é mediada através dos pais. Isto significa que a criação de um bom relacionamento entre a criança e seus pais pode significar olhar atentamente para o seu próprio relacionamento com eles. Ter um filho pode ajudá-la a entender seus pais de uma forma totalmente nova. Deixe os avós saberem o quão importante eles são e a significativa contribuição que podem fazer na vida dos netos.

Se você não mora perto dos avós ou se eles já não estão presentes, seus filhos ainda podem estabelecer relações intergeracionais benéficas com adultos mais velhos.