Carregando...

Baby Blues – O que é isso?

sad-mom-crying

O baby blues é um distúrbio transitório de humor que tem início nos primeiros dias após o parto. Geralmente a incidência dos sintomas diminui a partir do décimo dia do puerpério. No Brasil, 50% a 80% das mães sofrem do baby blues. Por ser tão comum, alguns autores acreditam se tratar de uma condição fisiológica. O pós-parto é, naturalmente, um momento de fragilidade psíquica.
O baby blues se caracteriza por um estado de fragilidade e hiperemotividade. Normalmente os sintomas depressivos são leves e são acompanhados de irritabilidade, tensão, indisposição, tristeza e sentimentos de inadequação – falta de confiança de sua capacidade para cuidar do bebê. Essa alteração no humor é coerente com a elaboração psíquica que acontece nessa fase: transformação da filha em mãe, alterações corporais, conciliação da vida sexual com a maternidade, etc.
Por não comprometerem o funcionamento social e a relação mãe-bebê, é comum que esse quadro seja confundido com as alterações hormonais comuns a todas as gestantes, e passe despercebido.

A família tem um papel fundamental para auxiliar a mãe nessa fase de tristeza. A compreensão e o apoio dão segurança para essa mulher que, além de lidar com os sentimentos negativos, ainda convive com a culpa de não estar sentindo o que é idealizado pela mídia e pela sociedade: um sentimento de completude, de realização, de elevada auto-estima. Quando um bebê nasce, nasce também uma mãe. Ou seja, do mesmo modo que o recém nascido leva um tempo para se habituar a sua nova rotina e à vida no mundo real, essa “mãe recém-nascida” precisa ser aceita e compreendida para poder adaptar-se e assumir psiquicamente esse novo lugar.
A remissão dos sintomas é, geralmente, espontânea. Mas, atenção! Se o baby blues persistir por mais de três semanas, é conveniente realizar uma avaliação médica e psicológica, pois isso pode apontar para uma depressão pós-parto. O blues puerperal é um fenômeno trivial e fugaz, tão comum a ponto de ser considerado normal, e ele precisa ser distinguido da depressão pós-parto mais grave e prolongada.

*

Esse artigo foi escrito pela psicóloga Maria Cecília (Maternidade no Divã) e originalmente publicado no blog Quem está chegando.

One thought on “Baby Blues – O que é isso?

Comments are closed.