Carregando...

Precisamos falar sobre Autismo

O Autismo é um termo geral usado para descrever um grupo de transtornos de desenvolvimento, conhecido como “Transtornos do Espectro Autista” (TEA). Estes distúrbios são marcados, em diferentes graus, pelas dificuldades de interação social, comunicação verbal e não-verbal, e comportamentos repetitivos. O autismo parece ter suas raízes no desenvolvimento do cérebro. No entanto, os sinais e sintomas mais evidentes tendem a surgir entre 2 e 3 anos de idade.

Frank (© Sara Dunn)
Frank (© Sara Dunn)

Muitas vezes os pais são os primeiros a perceber que o filho está mostrando comportamentos incomuns, tais como não fazer contato visual, não responder ao seu nome, ou brincar com brinquedos de maneiras repetitivas e incomuns. Os pais devem confiar em seus instintos e buscar um médico que vai ouvir e encaminhar seus filhos a especialistas apropriados para diagnóstico. Infelizmente, muitos médicos não estão familiarizados com o diagnóstico de autismo e ignoram as preocupações dos pais, atrasando o diagnóstico e a oportunidade para terapias de intervenção precoce.

A seguir, apresento alguns sinais para você reparar no dia-a-dia com seu filho. Se ele apresentar algum, por favor, não hesite em pedir ao seu pediatra uma avaliação:
– Sem grandes sorrisos ou outras expressões alegres ao seis meses ou posteriormente;
– Sem compartilhamento de sons, sorrisos ou outras expressões faciais, além de não responder ao ser chamado pelo nome, aos nove meses;
– Sem balbuciar aos 12 meses;
– Nenhum gesto comunicativo, como apontar, mostrar, ou acenar aos 12 meses;
– Não fala palavras aos 18 meses;
– Não monta frases de significativas de duas palavras (não incluindo imitar ou repetir) aos 24 meses;
– Qualquer perda da fala, balbucio ou habilidades sociais em qualquer idade.

Toda criança que apresentar dificuldades ou pouco interesse em interagir com as pessoas, olhar pouco nos olhos, apresentar poucos atos comunicativos, ou apresentar um padrão restrito de interesses, pode merecer a avaliação de um profissional da saúde que tenha conhecimento acerca do desenvolvimento psíquico.

*

Fontes:
Autism Speaks

Autismo e Realidade