Carregando...

Meu bebê cresceu – O primeiro dia de aula!

Fevereiro está chegando e muitas crianças entrarão na escola na próxima segunda-feira. Tem mamãe se descabelando aí?

primeiro-dia-aula

O primeiro dia na escola pode ser difícil para crianças e pais, mas com um pouco de preparação vai ser mais fácil para vocês lidarem com essa nova etapa. O desconforto é natural! As crianças hesitam para ir a algum lugar novo e conhecer pessoas que elas nunca viram antes. O desconhecido assusta adultos e pequenos!

As emoções são fortes para todos no primeiro dia de escola. Enquanto você pode sentir-se nostálgico vendo seu pequeno de mochila nas costas, pode estar animado com seu “bebê” começando uma fase nova e importante da vida. As crianças também podem sentir-se ansiosas sobre a entrada em um novo ambiente. Suas palavras de despedida podem fazer do início das aulas uma transição suave! Só de olhar, você não pode sempre dizer quem vai se sair bem e quem demorará mais para se adaptar. Uma criança sociável não necessariamente se encaixa na escola imediatamente!

Se é o primeiro dia de aula da vida do seu filho, ou apenas o início de mais um ano letivo, existem muitas coisas que você pode fazer para facilitar a transição. Vamos lá papais, motivação! Vocês são a torcida, incentivando do lado de fora do campo! Você deve ensinar seu filho a fazer determinadas tarefas relacionadas à escola, como fazer e desfazer a mochila, e fazer o dever de casa! Certamente será uma aventura para toda a família.

Algumas coisinhas que você pode fazer:
– Não diga “não se preocupe”, isso acaba por minimizar o sofrimento do seu filho e pode fazer com que ele deixe de compartilhar com você seus medos e anseios.
– Ao invés disso, diga “eu sei que você está com medo e tudo bem sentir-se assim“. Ao reconhecer o sentimento dele, você assegura-lhe que é um sentimento normal, e que não durará para sempre! Essa atitude traz segurança pra criança.
– Evite dizer que você ficará na escola pelo tempo que for necessário. Deixar seu filho sabendo que você ficará lá o tempo que ele quiser, só prolonga a inevitável separação.
– Quando for deixá-lo diga a ele “Vou para casa agora (ou para qualquer outro lugar) e venho te buscar tal hora”. Simplesmente ir embora aumenta a ansiedade. Quando você conta pro seu filho o que vai fazer enquanto ele estiver na escola, de certa forma deixa ele conectado a você e dá segurança.
– Tente não dizer para ele que sentiu saudades. Em muitos casos, a separação pode ser mais difícil para os pais que para a criança. Mesmo que seja óbvio que você tenha sentido falta dele, compartilhar o quão triste a separação fez você se sentir, pode desencadear culpa no pequeno, e isso faz com que seja mais difícil para ele aproveitar a escola.
– Não se esqueça de perguntar como foi o dia dele! Mostre interesse pelas atividades que ele participou.

Seja qual for a reação do seu filho, lembre-se que não será a primeira vez que os professores verão isso. Escolas estão familiarizadas com as crianças que estão mais preocupadas e chorosas em suas primeiras semanas! Falar sobre a escola de uma forma positiva, reforçando a idéia de que a escola é importante e divertida, pode ajudar a facilitar a transição!

Boas aulas!

[Esse artigo foi baseado em uma matéria da Revista Canadense “ParentsCanada“]