Carregando...

As sutilezas do Sono do Bebê

Sobre as sutilezas do sono do bebê:

“A palavra ‘dormir’ acorda até mesmo o bebê mais dorminhoco.” – Magda Gerber

As crianças são surpreendentemente atentas, claras e conscientes. Elas reconhecem palavras repetidas, leem o que deixamos subentendido, sentem nossos sentimentos e atitudes. Magda recomenda a substituição da palavra ‘dormir’ por ‘descansar’, até porque “descanso” é um pouco mais suave, menos exigente. Além disso, para muitos de nós, “sono” pode ter uma conotação negativa, e podemos acabar transmitindo isso aos nossos filhos. Os bebês podem se tornar instáveis e resistirem ao sono dependendo da nossa atitude em relação à hora de dormir.

Dificuldades com o sono do seu filho? Saiba mais sobre a Consultoria do Sono Infantil

A coisa mais importante a saber sobre o sono é também a coisa mais importante a saber sobre parentalidade em geral: Os bebês são conscientes e competentes. Eles estão sempre ouvindo, observando, absorvendo, preparados para aprender sobre nós e sobre vida, através de cada interação.

Coisas importantes para saber sobre bebês e sono:

1. Os bebês ficam facilmente super-estimulados e super-cansados

É fácil subestimar a hipersensibilidade de crianças muito pequenas, mas lembre-se: eles não desenvolveram os filtros que temos. Embora esta hiper-consciência é o que torna os bebês aprendizes fenomenais, ela também permite que eles se sintam superestimulados em ambientes que para nós, adultos, estão tranquilos. E superestimulação e cansaço extremo pode significar mau humor, choro, dificuldades para adormecer e para permanecer dormindo.

Os bebês estão, a todo tempo, absorvendo o espaço, a energia de todas as pessoas, além de estarem desenvolvendo habilidades motoras, cognitivas e sociais. Para eles, o mundo é exaustivo! Para ajudarmos os bebês a dormirem na hora certa precisamos estar atentos para a ameaça da superestimulação e da exaustão. Alguns dos primeiros sinais de cansaço incluem uma lentidão, a falta de coordenação e uma aparência um pouco atordoada.

2. Bebês apreciam rotina e desenvolvem hábitos rapidamente

Nossas escolhas como pais definem o que é “vida” para os nossos filhos: nós ensinamos o que eles devem esperar, e eles geralmente desejam continuar fazendo o que já sabem.

3. Se as mudanças nas rotinas precisam ser feitas, comunicação e respeito são fundamentais

Por mais que os bebês prefiram o previsível e familiar, eles também são capazes de se adaptar às mudanças que julgarem necessárias, desde que nossas expectativas sejam adequadas ao momento do desenvolvimento.

4. Sono requer desapego

Estabelecer ritmos de sono saudável para os bebês significa criar condições e adotar práticas que tornam mais fácil para eles desligarem-se de seu mundo fascinante na hora de dormir. Nossa presença calma ajuda-os a reduzir a estimulação, o stress, a excitação e outras emoções que podem ter armazenado durante o dia. Rotinas de ninar previsíveis que repetimos a cada dia ajudam o bebê a aprender a desligar-se e antecipar o sono, talvez até mesmo desejá-lo – como as histórias suaves e canções de ninar.

Magda Gerber diz: “Um bom habito na hora de dormir pode começar com uma recapitulação do dia. Você pode dizer, por exemplo, ‘Hoje nós fomos para uma caminhada e choveu. Nós chegamos em casa e comemos o almoço, etc’. O que nós pensamos que não é importante, é sim importante para a criança – o que ela comeu, onde ela esteve, o que ela viu. Relembrar o dia é uma maneira de dar-lhe segurança. Ela, então, carrega os bons sentimentos do dia para a cama, com ela. Você também pode mencionar o que vai acontecer amanhã. Isto liga o passado, o presente e o futuro, e permite conectar o fluxo da vida…” (Your Self-Confident Baby – Magda Gerber)

*

Artigo original: The Subtleties of Baby Sleep (4 Important Things To Know) – Janet Lansbury