Carregando...

Será que meu filho já sabe o que é “não”?

“Será que meu filho já sabe o que é “não”?”

saying-no

Compreender o “não” é um processo, uma construção que se inicia desde o nascimento da criança. “Não coloca o dedo na tomada!”, “Não pode morder o amiguinho”, “Não sobe aí sozinho!”… É essencial que o “não” seja acompanhado da explicação do “por que não”! “Não coloque o dedo na tomada, porque dá choque”. É por volta dos dois anos a criança já consegue compreender a explicação. A noção do “não” é construída a partir de toda a linguagem corporal, da mudança no tom de voz, da expressão facial do adulto ao dizer a palavra “não”. Devemos sempre nos lembrar que o corpo também fala, e que as crianças são sensíveis a essa linguagem.

A cada “não” que a criança ouve, ela vai construindo esse conceito. É a partir do posicionamento dos pais, e dos adultos que convivem com ela, que se ensina a criança quais comportamentos geram respostas positivas, e quais outros geram o “não”.

É comum o medo de dizer muitos “nãos” e traumatizar os filhos. Isso não é verdade. É essencial que os adultos se posicionem e mantenham uma coerência nesse exercício da compreensão do “não”. Além disso, ao deixar de dizer “não” por achar que a criança não entende, gera-se uma confusão e uma dificuldade de entender o que pode e o que não pode. É um equívoco começar esse processo tardiamente, pois isso tornará a compreensão cada vez mais difícil. Não hesite em dizer “não” quando a criança fizer algo que você não goste ou não ache correto.

A melhor forma de aprender é a partir da experiência. Portanto, é imprescindível que a criança viva diariamente essa construção da compreensão do “não” de forma coerente. Dessa forma, ela será capaz de diferenciar os comportamentos certos dos errados, aprenderá a lidar com a frustração, saberá esperar para ter um desejo satisfeito e compreenderá que existem limites que devem ser respeitados.

2 thoughts on “Será que meu filho já sabe o que é “não”?

Comments are closed.