Carregando...

Como a música pode auxiliar no desenvolvimento infantil?

“A música desenvolve diversas habilidades, porque ela é interessante para o bebê desde sempre. Estudos mostram que quando o bebê nasce ele já foi estimulado através dos sons (dentro da barriga da mãe) e das pessoas que cuidam dele (depois do nascimento), que geralmente brincam com ele utilizando a música. Desde muito cedo o bebê cria memórias positivas com essa linguagem. É importante enfatizar que a fase de 0 a 6 anos é de extrema importância para o desenvolvimento infantil. A neurociência (ciência que estuda como aprendemos e nos desenvolvemos) chama este intervalo de período receptivo, onde a criança, através dos órgãos do sentido (audição, visão, olfato, paladar, tato) explora e pesquisa o mundo, construindo suas aprendizagens.

As aulas de musicalização infantil são muito úteis nesta idade, pois unem duas ferramentas muito significativas para a criança: canções e brincadeiras; ou seja, através de histórias sonorizadas, brincadeiras de roda, brincadeiras de mãos, tocando ou construindo instrumentos musicais, etc, a criança interage em um ambiente de sensibilização, reflexão e prática musical e vai desenvolvendo habilidades que irão auxiliá-la em seu desenvolvimento integral, como desinibição, maior expressividade, desenvolvimento psicomotor mais consolidado, maior criatividade, etc, além de vivenciar os elementos musicais de forma prazerosa, o que irá facilitará e muito a aprendizagem de um instrumento musical, caso surja esse interesse por parte dela no futuro.

Um estudo realizado na Universidade McMaster, no Canadá, por exemplo, comparou crianças entre 4 e 6 anos e constataram que as que tinham aulas de música se saíram melhor em testes de memória, alfabetização e matemática. O fato é que a música estimula diversas áreas cerebrais ao mesmo tempo e através dela, desenvolvemos outras inteligências, além da musical.”

Autora: PROFA. DÉBORA MUNHOZ BARBONI (Professora de Musicalização Infantil. Formação em Música e Artes e Pós-graduação em Psicopedagogia e Educação Infantil.)

Leia a matéria completa aqui