Carregando...

Agora sou Doula!

Para quem acompanha a fanpage e o instagram do Divã, isso não é novidade… mas dia 18/12 (Dia da Doula!), me formei como Doula, pelo GAMA (Grupo de Apoio à Maternidade Ativa).

Doula-Parto-Humanizado

Mas, Maria Cecília, o que é uma doula?
A palavra “doula” vem do grego “mulher que serve”. Nos dias de hoje, aplica-se às mulheres que dão suporte físico e emocional a outras mulheres antes, durante e após o parto. Além de todo o suporte físico e psicológico, as DOULAS informam e orientam as mães a respeito dos procedimentos considerados desnecessários de acordo com as atuais evidências científicas e orientações da OMS.

O que a doula faz?
Durante a gestação, a doula faz encontros para conhecer a gestante e o casal, e informá-los sobre as etapas do trabalho de parto, preparação do períneo e elaboração do plano de parto.

No trabalho de parto, a doula ajuda a mulher a encontrar as posições mais favoráveis durante as contrações, faz massagens e compressas para aliviar a dor, ajuda o parceiro a se envolver e participar ativamente do parto e informa o casal sobre todos os procedimentos que estão sendo realizados. A doula apoia a gestante durante todo o período, auxiliando-a no que ela solicitar, oferecendo conforto, carinho, compreensão, respeitando suas vontades, ajudando-a a lidar com a dor de forma positiva e não-farmacológica, incentivando e lembrando sempre que ela é capaz de parir naturalmente!

No pós-parto, a doula pode visitar a casa da puérpera (mulher no pós-parto recente) para auxiliá-la na amamentação e nos cuidados iniciais com o bebê.

O que a doula não faz?
A doula não executa qualquer procedimento médico, não faz exames na gestante ou no feto, nem cuida da saúde do recém-nascido. Ela não substitui qualquer dos profissionais tradicionalmente envolvidos na assistência ao parto. A doula não discute procedimentos técnicos, nem questiona as decisões da equipe saúde. A Doula não é parteira, não é enfermeira ou médica, nem substitui a presença do pai ou acompanhante.

O trabalho da doula é reconhecido?
A atuação da doula durante o parto é reconhecida e estimulada pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Estudos mostram que a presença de doulas ajuda a diminuir em 50% os índices de cesáreas, 25% a duração do trabalho de parto, 60% os pedidos de analgesia peridural, 30% o uso de analgesia peridural, 40% o uso de ocitocina sintética e 40% o uso de fórceps.

O apoio profissional recebido durante o trabalho de parto e pós-parto aumenta as sensações de bem-estar da mãe e que esta ajuda combate a depressão pós-parto.

*

Como acabei de me formar, vou passar um tempo acompanhando outras doulas para me sentir segura para começar a atuar profissionalmente. Aviso vocês quando eu começar oficialmente como doula! 🙂

 

FONTES:
Gestar Parir Amar
M DE MULHER