Carregando...

Perda Gestacional/Neonatal – Uma Lembrança aos Pais

Recentemente conheci a organização sem fins lucrativos Now I Lay Me Down to Sleep (NILMDTS), através da internet.

Cheryl Haggard and Sandy Puc’ fundaram a NILMDTS em 2005, depois que o recém-nascido de Cheryl, Maddux, faleceu. A NILMDTS oferece aos pais enlutados a oportunidade de terem uma lembrança concreta de seus amados filhos, através de fotos registradas por um profissional – e sem nenhum custo para a família! Todos os fotógrafos são voluntários no projeto.

Cheryl Haggard e Maddux (Foto: NILMDTS)
Cheryl Haggard e Maddux (Foto: NILMDTS)

“Nós acreditamos que essas imagens servem como um passo importante no processo de luto da família, honrando o legado da criança.”

A princípio a ideia pode soar estranha, ou até mórbida. Mas a história de Stacy Rader esclarece a importância desse projeto:

Ela descobriu que seu filho Caelan não ia sobreviver, depois de apresentar uma grave piora na UTI Neonatal, e imediatamente descartou a idéia de tê-lo fotografado. “Eu pensei, ‘Você não tira fotos desses momentos terríveis na vida.'” Mas algo mudou quando o enfermeiro Eugene aproximou-se dela, emocionado, e pediu para ela chamar a NILMDTS. Ele disse que ela iria querer essas fotos, que representaria o seu legado. Stacy estava tão desnorteada que lembra pouco da experiência. Mas com o tempo, ela passou a ser tremendamente grata pelas memórias. “(…) eu consigo lembrar de detalhes que começaram a desaparecer com o tempo. Eu posso sentir o cheiro, e até mesmo sentir Caelan novamente. Sou muito grata por ter feito as fotos; elas são tudo o que tenho.”, diz Stacy.

“Durante muitos anos, as famílias que sofreram uma perda gestacional ou neonatal foram silenciados por uma sociedade que tornou este assunto um tabu. Todas as famílias devem ter o direito de compartilhar seus filhos, mesmo que tenham morrido.”  NILMDTS

Wendy Williams perdeu sua filha Olivia e diz que as fotos tiradas pela NILMDTS tem feito uma enorme diferença em seu processo de luto. “Nos dias em que eu sinto falta dela, eu posso folhear seu álbum de fotos, e lembro-me da maneira que me senti quando a segurei.”, desabafa Wendy. “Algumas mulheres optam por não ter fotos tiradas e isso é perfeitamente OK”, ela acrescenta. “Sou muito feliz por ter dito sim”.

NILMDTS

Veja o vídeo da organização (em inglês)

One thought on “Perda Gestacional/Neonatal – Uma Lembrança aos Pais

Comments are closed.