Carregando...

Meu filho chupa dedo, e agora?

Chupar dedo ou chupeta é chamado de hábito de sucção não-nutritiva. O ato de sugar satisfaz o bebê afetivamente e gera um sentimento de prazer e de segurança. Esse hábito pode começar desde a vida intra-útero – alguns pais contam que conseguiam ver o filho chupando dedo no ultrassom.

Alguns fonoaudiólogos dizem que, em geral, chupar dedo pode ser mais nocivo que chupar chupeta, uma vez que a chupeta pode ser jogada fora, esquecida, tirada pelos pais, enquanto o dedo está sempre disponível – tornando-se um vício mais difícil de ser retirado. Chupar dedo pode alterar a arcada dentária e fazer a criança respirar pela boca, pois deixa sua musculatura oral flácida. Essas questões podem ocasionar disfunções no sono e atrapalhar o desenvolvimento da fala.

thumbsucking

Geralmente a criança deixa de chupar dedo naturalmente. Entretanto é possível que os pais tomem algumas medidas para evitar que esse hábito se prolongue durante a infância. Se o pequeno levar a mão à boca enquanto dorme e os pais estiverem perto, devem retirá-la com cuidado. Se a criança chupa dedo também durante o dia, enquanto está acordada, é essencial que os pais procurem substituir atividades em que ela fica de mãos vazias, por outras mais criativas como desenhar com lápis, giz, tinta, montar objetos, brincar de massinha de modelar. É interessante que os pais observem em quais situações a criança leva a mão à boca, assim poderão impedir mais facilmente, além de compreender quais circunstâncias geram mais ansiedade e medo, e poder conversar sobre isso com elas.

Brigar ou colocar substâncias com sabor/aroma fortes (como pimenta) no dedo são medidas que não funcionam, além de poderem piorar o hábito. Discutir ou reclamar com a criança desencadeará mais ansiedade o que culminará no dedo na boca. Os pais devem proporcionar à criança um ambiente seguro e tranquilo, para que aos poucos ela possa substituir o hábito de chupar dedo para outras atividades que use as mãos.

Se o pequeno não abandonou esse hábito com o passar do tempo pode ser útil levá-lo a um profissional. Crianças mais velhas devem ser levadas a um fonoaudiólogo, que em sua avaliação verificará a necessidade de um encaminhamento ao psicólogo.
*
Leia sobre o uso da chupeta aqui.

5 thoughts on “Meu filho chupa dedo, e agora?

  1. Eu fico preocupada que meu filho adquira esse hábito uma vez que eu chupei o dedo até minha vida adulta e só parei depois que descobri que estava grávida e por pressão do meu marido. Meu filho vive com o dedinho indicador na boca mas acho que é porque os dentes estão para nascer, mas mesmo assim é importante ficar atenta e de olho.
    Os malefícios são muitos e alguns deles citados acima eu não tinha conhecimento.
    Adorei o blog, beijos.

    1. Oi Marina! Até os 3 anos (aproximadamente) você não deve deixar isso ser uma preocupação! Os bebês descobrem o mundo através da boca!
      Obrigada pelo comentário! Beijos Maria Cecília [Maternidade no Divã]

Comments are closed.