Carregando...

Depressão durante a Gravidez

A depressão no contexto de gravidez não se resume apenas à depressão pós-parto. A depressão é uma doença e, se não diagnosticada e tratada adequadamente, pode ser muito perigoso para a mãe e pro bebê. A depressão pode ser tratada mesmo durante a gravidez e, se você sente que pode estar sofrendo desta condição, ou conhece alguma gestante que esteja passando por isso, procure ajuda com o médico assistente, que indicará um psiquiatra capacitado para tratar gestantes.

(Crédito: Eve Morcrette / Photononstop via AFP)
(Crédito: Eve Morcrette / Photononstop via AFP)

Uma depressão durante a gravidez não tratada corretamente pode levar a: má nutrição, ingestão de álcool, fumar, e até comportamentos suicida – que podem levar a: parto prematuro e problemas no desenvolvimento neurológico e cognitivo do bebê. Aqueles que nascem de mulheres que sofrem de depressão são normalmente menos ativos, menos atentos e são mais irritáveis do que os bebês que nascem de mães que não sofreram de depressão durante a gravidez. Por isso, é muito importante diagnosticar e tratar corretamente uma depressão na gravidez.

O tipo de tratamento depende da gravidade da depressão: se os sintomas forem leves ou moderados, pode ser possível tratar apenas com psicoterapia, terapias alternativas e acompanhamento psiquiátrico. No entanto, se uma mulher grávida estiver gravemente deprimida, usualmente é recomendado um tratamento psicoterápico e o uso de antidepressivos. Mesmo sabendo que os medicamentos ingeridos durante a gravidez chegam ao bebê através da placenta, nos casos de depressão na gravidez é uma questão de avaliar o risco/benefício do uso de medicamentos, algo que deve ser feito pelo psiquiatra em conjunto com o médico assistente.

***

Todo o conteúdo deste site, incluindo informações relacionadas à saúde, é apenas para fins informativos e não deve ser considerado um diagnóstico específico ou plano de tratamento para qualquer situação. O uso deste site e as informações contidas nele não cria uma relação médico-paciente. Procure sempre o aconselhamento individual de um profissional em relação a quaisquer dúvidas ou questões que você possa ter em relação a sua própria saúde física ou mental, ou a de outras pessoas.