Carregando...

Ansiedade Pós-Parto

ansiedade-pos-parto

Se esses primeiros dias de maternidade não estão sendo tudo o que você esperava, saiba que você não está sozinha! A ansiedade pós-parto, uma “prima” de depressão pós-parto, afeta cerca de 10% das novas mães, de acordo com o Postpartum Support International. Sofrendo de ansiedade pós-parto, a mãe passa a ter preocupações constantes sobre a saúde do bebê e seu desenvolvimento, sua capacidade de ser uma boa mãe, como ela vai equilibrar os afazeres da casa com o trabalho, ou como poderá cuidar de vários filhos. A mulher pode tornar-se inquieta ou apresentar sintomas físicos, como batimento cardíaco acelerado, tontura, náuseas ou insônia.

Ter um recém-nascido em casa é um momento de turbulência emocional, mesmo sob as melhores circunstâncias. Se é o primeiro filho ou o quarto, a ansiedade é um sentimento comum durante essa fase. No entanto, para algumas mulheres, a ansiedade pode começar a interferir na sua capacidade de cuidar de seu bebê e dela mesma. A ansiedade pós-parto é pouco discutida ou estudada, mesmo sendo muito mais comum do que a depressão pós-parto (DPP). Os dois transtornos andam de mãos dadas muitas vezes – na verdade, cerca de metade das mulheres que têm DPP também apresentam ansiedade.

Todo o conteúdo deste site, incluindo informações relacionadas à saúde, é apenas para fins informativos e não deve ser considerado um diagnóstico específico ou plano de tratamento para qualquer situação. O uso deste site e as informações contidas nele não cria uma relação médico-paciente. Procure sempre o aconselhamento individual de um profissional em relação a quaisquer dúvidas ou questões que você possa ter em relação a sua própria saúde física ou mental ou a de outras pessoas.

*

Artigo inspirado na matéria do site Parents.com

One thought on “Ansiedade Pós-Parto

Comments are closed.