Carregando...

Chupeta: mitos e verdades

pacifier

Bebês têm uma necessidade inata de sugar. Alguns fetos chupam o dedo dentro do ventre materno! Além da nutrição, sugar muitas vezes tem um efeito calmante, acalentador. A chupeta não é um substituto para a nutrição ou alimentação, é claro, mas se o seu bebê ainda fica agitado depois de alimentado, afagado, balançado, você pode tentar ver se a chupeta irá satisfazê-lo.

Para alguns bebês, a chupeta é a chave para o contentamento entre as mamadas. A chupeta pode acalmar um bebê agitado, oferecer distração temporária, pode ajudá-lo a dormir, além de reduzir o risco de Síndrome de Morte súbita do lactente (SMSL). Muitos especialistas preferem o uso da chupeta ao hábito de chupar dedo, simplesmente por um motivo: as chupetas são descartáveis. Quando é hora de parar de usar a chupeta, você pode jogá-la fora. Outro fator interessante é que o ato de sugar pode aliviar a dor, por isso muitos pais usam a chupeta como estratégia na hora de dar vacinas!

Mas… o uso precoce da chupeta pode interferir na amamentação? Sim. Sugar o peito é diferente de chupar chupeta, e alguns bebês são sensíveis a essa diferença. A Academia Americana de Pediatria sugere que você espere para oferecer chupeta até que seu bebê esteja mamando bem e sua produção de leite tenha se estabelecido. Chupar chupeta por longos períodos pode tornar  o surgimento da linguagem mais difícil. O desenvolvimento da fala é mais uma razão pela qual é melhor limitar o tempo de uso da chupeta para quando seu bebê está precisando se acalmar.

Limitar a quantidade de tempo que seu bebê usa a chupeta vai protegê-lo contra problemas de ouvido. Usá-la por longos períodos pode resultar em infecções repetidas do ouvido médio.

Se você optar por oferecer a seu bebê uma chupeta, seguem algumas dicas:
– Espere até que a amamentação esteja bem estabelecida. Seja paciente.
– Não use a chupeta como uma “primeira opção de defesa”. Às vezes, uma mudança de posição ou um colinho pode acalmar um bebê chorando.
– Deixe seu bebê definir o ritmo. Se ele não está interessado na chupeta, tente novamente mais tarde – ou ignore-a completamente!
– Se a chupeta cair da boca do bebê enquanto ele está dormindo, não coloque-a de volta.
– Resista à tentação de “lavar” a chupeta em sua própria boca. Você só vai espalhar mais germes para o seu bebê!
– Não coloque substâncias doces na chupeta.
– Tome cuidado com a chupeta. Escolha uma chupeta que segura e apropriada para a idade do bebê. Substitua-a assim que ela mostrar pequenas fissuras ou outros sinais de desgaste.
– Não dê chupeta pro bebê que está tendo problemas ganhar peso. Evite a chupeta também se ele tiver infecções de ouvido repetidamente.
– Não use a chupeta para substituir ou atrasar as refeições. Só oferecê-la quando tiver certeza de que seu bebê não está com fome.

Eliminar o hábito da chupeta antes de um ano de idade é o ideal. Será mais fácil fazer isso do que quando ele for mais velho. Para evitar que seu filho desenvolva problemas nos dentes, é melhor interromper o uso antes dos dois anos.

Atenção: Nunca amarre a chupeta no berço, ou ao redor do pescoço ou da mão do seu filho. Isto é muito perigoso e pode causar ferimentos graves, e até morte.

Todo o conteúdo deste site, incluindo informações relacionadas à saúde, é apenas para fins informativos e não deve ser considerado um diagnóstico específico ou plano de tratamento para qualquer situação. O uso deste site e as informações contidas nele não cria uma relação médico-paciente. Procure sempre o aconselhamento individual de um profissional em relação a quaisquer dúvidas ou questões que você possa ter em relação a sua própria saúde física ou mental ou a de outras pessoas.