Carregando...

Criação com Apego – Attachment Parenting

Artigo traduzido e adaptado por Thiago Queiroz. Retirado do site: Attachment Parenting em português.

mombaby

“A missão da Attachment Parenting International (API) é promover práticas de criação que criam vínculos emocionais fortes e saudáveis entre pais e filhos. A API acredita que a prática da Criação com Apego (do inglês Attachment Parenting – AP) atende às necessidades da criança de confiança, empatia e afeição, provendo a base para uma vida repleta de relacionamentos saudáveis.

Enraizada na teoria do apego (Bowlby), a Criação com Apego foi estudada amplamente, durante mais de 60 anos, por pesquisadores de psicologia e desenvolvimento infantil, e, mais recentemente, por pesquisadores estudando o cérebro. Estes estudos revelam que bebês nascem com fortes necessidades de ser alimentados e de permanecer fisicamente próximos ao cuidador principal, normalmente a mãe, durante os primeiros anos de vida. O desenvolvimento emocional, físico e neurológico da criança é amplificado quando as necessidades básicas são atendidas consistentemente e apropriadamente. Estas necessidades podem ser resumidas a proximidade, proteção e previsibilidade.

O choro,  o ato de agarrar e a sucção do bebê são as primeiras técnicas para manter a mãe por perto. Enquanto a criança cresce e sente-se mais segura em seu relacionamento com a sua mãe, ela está mais apta a explorar o mundo ao seu redor e a desenvolver laços fortes e saudáveis com outras pessoas importantes em sua vida.

A fim de ajudar os pais em sua jornada, a API criou Os Oito Princípios da Criação com Apego. Estas orientações são fundadas em investigações sérias e são conhecidas por serem eficazes em auxiliar crianças a desenvolver ligações seguras.

Os Oito Princípios da Criação com Apego se propõem a ajudar pais a entender melhor o desenvolvimento normal dos filhos, a identificar as necessidades de seus filhos, e a responder aos seus filhos com respeito e empatia. Educando-se sobre o desenvolvimento e saúde de seus filhos, os pais tornam-se mais conscientes e sintonizados com as necessidades de seus filhos, quando tomam decisões.

Os Oito Princípios tratam dos comportamentos que promovem o apego. A Criação com Apego não é uma receita de bolo para criação de filhos, portanto, a API recomenda que os pais usem seu próprio julgamento e intuição para criar um estilo de criação que incentive o apego, e que funcione para sua família. Algumas práticas listadas em Os Oito Princípios são inerentemente mais ‘promotoras de apego’ que outras.”

Os Oito Princípios da Criação com Apego
1. preparar-se verdadeiramente para a gravidez, parto e maternidade/paternidade
2. alimentar seu filho com amor e respeito
3. responder às solicitações da criança com sensibilidade
4. estar atento à qualidade do toque
5. prezar pela qualidade física e emocional do sono da criança de forma que ela se sinta segura dormindo
6. sustentar atitudes carinhosas
7. praticar a disciplina positiva, baseada no reforço das boas atitudes
8. buscar o equilíbrio na vida familiar

Artigo original na íntegra AQUI

Obs.: esse artigo tem a função de fazer uma introdução ao tema da Criação com Apego. Eu preciso estudar mais sobre ela para dar uma opinião pessoal mas, por ora, a considero muito interessante.

One thought on “Criação com Apego – Attachment Parenting

Comments are closed.